segunda-feira, 3 de agosto de 2009

"Mosquito de Ouro"

Peró Hostel, casa lotada no 7º Cine Mosquito!
Contar e fazer mímica de filme foi uma ótima experiência no 7º Cine Mosquito.
Um ótimo e divertido público formado de pessoas sedentas por conhecer filmes nacionais que já levaram prêmios em festivais de cinema pelo país a fora.
O grupo "OS 13", marcou presença com seu belo filme "Fuga", já no filme "Cadê Meu Ônibus", de Vicentini Gomes a platéia explodiu em gargalhadas vendo a excelente performance do ator Henrique Taubaté Lisboa.
Durante a exibição do filme "Hera" de Pedro Rocha, que substituiu o filme "Faca Cega", do mesmo diretor, por problemas de mídia, a platéia ficou totalmente envolvida pela trama froidiana que além de bela fotografia, tinha uma movimentação de câmera segura que fez o público vibrar pela "pegada" cult que o filme apresentava em sua estrutura.
Comovente foi a participação do filme "Casa de Lama", feito com uma câmera fotográfica de 5 megapíxels, o filme comoveu pela crueza narrativa do jovem aprendiz de cinema Rafael Chagas que retratou uma cena de enxente onde ele mesmo, junto com sua família, foram os protagonistas, o resultado foi um filme arrebatador com apenas 4 minutos de duração.
O Filme "Ya Pois", de Paulo Marcondes, mostrou a riqueza cultural do estado de Alagoas, com riquíssima mistura de festas e personagens contadores de causos, um presente do alagoano Márcio Fujio que fez questão de estar no Cine Mosquito para falar um pouco de sua rica cidade.
O Filme "Íris", de Paulo Mainhard manteve seu status de ótima realização na cidade de Cabo Frio. Aplaudido com entusiamo pelo público que pode contemplar o ótimo roteiro de Rodrigo Cena e a eletrizante montagem além da beleza da atriz Viviane Antunes que também teve ótimo desempenho num dos papéis centrais do filme.
Para coroar a festa, nosso tradicional banquete, teve modestas mas deliciosas iguarias que só podia ser complementada com uma bela ciranda que colocou os jovens e os mais velhos numa mesma roda onde venceu o mais forte de todos, a cultura, a arte, o cinema e nossa bela identidade cultural brasileira.
O prêmio "Mosquito de Ouro" vai mesmo é para os anfitriões. Carmen e Rui, que fizeram do Peró Hostel, um cantinho da arte, mostrando elegância, carinho e, claro, trabalho duro para manter a festa num alto nível como o que foi apresentado.
Agora, vamos guardar energias para o próximo evento.
Quando será?
A G U A R D E M!!!!!!!!

2 comentários:

  1. Leia mais sobre o documentário i-A-pOis no site www.iapois.al.org.br e assista o filme

    ResponderExcluir